Desporto

Lewis Hamilton domina qualificação do GP do Bahrain


O domínio da Mercedes continua sem surpresa e no Bahrain o campeão do Mundo lá junto mais uma “pole position” ao seu palmarés.

O Mundial de Formula 1 2020 vai se arrastando penosamente até final, despojado que está da luta pelos títulos. Lewis Hamilton é campeão de 2020 e igualou Michael Schumacher. A Mercedes meteu no bolso mais um cetro de Construtores, ultrapassando a Ferrari com 7 títulos consecutivos.

O que sobra agora? Saber quem vai ser o terceiro classificado dos construtores? Magro incentivo. De quem é a culpa? Seria pretensioso estar aqui a encontrar culpados. Talvez um dia façamos esse ajuste de contas. Não será hoje!

Hoje a Mercedes boqueou a primeira fila da grelha de partida, com Hamilton em primeiro e Bottas a tentar apagar as últimas exibições batendo Max Verstappen. Business as usual!

O quarto lugar ficou na posse de Alex Albon que, por algum bambúrrio de sorte ou intervenção divina, ainda está ao volante de um Red Bull. Bom, poderemos sempre dizer… é 2020!

O Mercedes cor de rosa chamado Racing Point de Sergio Perez foi o melhor dos “outros”, atirando com o sorridente Daniel Ricciardo (Renault) para o sexto lugar. Ocon levou o outro Renault ao sétimo lugar na frente Pierre Gasly no melhor dos AlphaTauri. O Top 10 ficou fechado com Lando Norris e Daniil Kvyat.

A qualificação do GP do Bahrain teve uma bandeira vermelha, provocada por Carlos Sainz. As rodas traseiras do McLaren bloquearam subitamente e o pião foi inevitável.

E sim, os Ferrari voltaram a não chegar ao Q3 com Sebastien Vettel a contar os dias para sair do barco vermelho, mas a ficar na frente de Charles Leclerc. Foram 11º e 12º, respetivamente.

Sem absoluta surpresa, nas profundezas da classificação ficaram os Alfa Romeo – com Giovinazzi a ficar á frente do velho (leia-se Raikkonen…) – os Haas (Griosjean foi batido por Magnussen) e o Williams de Latifi. Destaque para o 14º lugar de George Russell (o britânico merece ocupar o lugar de Bottas).
Amanhã será realizada a prova que vai cumprir 57 voltas ao traçado de Sakhir com 5,412 km, com transmissão em direto na Eleven a partir das 14.10h (17.10 no Bahrain).