Home

Ops! Toyota RAV4, Volvo XC40 Recharge e Mitsubshi Outlander PHEV falham teste do Alce!

O famoso teste do Alce que colocou de rodas para o ar o Mercedes Classe A continua a fazer vítimas.

Os nossos camaradas do km77 em Espanha já andavam a fazer alguns testes e com falhanços inesperados.

Desta vez foram os jornalistas da revista sueca “Teknikens Varld” que quiseram perceber como se comportavam no teste do Alce três modelos híbridos Plug In: Toyota RAV4 Prime, Mitsubishi Outlander PHEV e Volvo XC40 Recharge.

O teste resume-se a uma manobra de esquiva num percurso em S de desvio de trajetória e regresso à faixa original. A norma oficial do teste está pensada para o pior cenário, ou seja, um animal que cruza a estrada ou crianças que, distraídas, vêm para a estrada. 

O que força o condutor a uma manobra evasiva violenta e rápida. É isso o teste do Alce, o tal que colocou o Mercedes Classe A de pernas para o ar.

A velocidade vai aumentando até o carro perder a compostura e acertar nos cones ou… pior. Como se pode ver no vídeo, nenhum dos três carros passou o teste com distinção, mas os nosso camaradas ficaram desagradados com o resultado do RAV4.

Foram fazendo passagens, sempre a aumentar o ritmo, mas não fora além dos 63 km/h. A partir dai, o RAV4 falha, empre, o teste. Causas? O sistema de controlo de estabilidade que não consegue evitar que a traseira descole e o carro acaba por perder o controlo.

Esta não foi a primeira vez que o RAV4 falhou o teste do Alce. A revista sueca já tinha feito o ensaio ao modelo híbrido convencional e a coisa não correu nada bem. Por via disso, a Toyota aceitou os resultados e fez uma atualização no controlo de estabilidade. O RAV4 passou, depois, no teste.

Supostamente, o “upgrade” seria extensível a todos os modelos. Mas o RAV4 Prime é mais pesado e tem uma diferente distribuição de pesos, pelo que a Toyota vai ter de voltar ao assunto, certamente.

Quanto aos Volvo XC40 Recharge e Mitsubishi Outlander PHEV, também falharam nos 72 km/h, mas não de uma forma tão violenta como o RAV4. Os nossos camaradas da “Teknikens Varld” referem, no final, que “são três falhanços, mas um deles é verdadeiramente mau. Escandalosamente mau, Toyota!”

A Toyota Motor Europe já reagiu através de comunicado, dizendo que conseguiu replicar os resultados da “Teknikens Varld”. “E como contra medida, vamos desde já tomar ação para assegurar que o RAV4 Plug In Hybrid seja capaz de passar os testes da “Teknikens Varld”.” 

Não percam as cenas dos próximos episódios, porque nós… também não!

Categories: Home, Notícias

Tagged as: , , , ,