Home

Volvo acredita que o estilo dos modelos 100% elétrico vai ter de mudar

Quem o afirma é Bjorn Annwall, responsável pela Volvo na Europa, acreditando que os carros terão de ser mais elegantes no futuro.

Uma afirmação curiosa quando a Volvo é a campeã no que toca aos SUV com uma gama que se encaminha para a monocultura SUV. A Volvo está comprometida com a mobilidade elétrica e com a segurança rodoviária.

Isso não quer dizer que não haja a necessidade de rever alguns conceitos, nomeadamente, a otimização do estilo.

Segundo palavras de Bjorn Annwall, patrão da Volvo na Europa, à revista inglesa Autocar, “a aerodinâmica será cada vez mais importante, especialmente se conduzimos a velocidades elevadas em autoestrada. Será menos importante nos citadinos usados em curtas distâncias, pois a aerodinâmica não é tão importante.”

Sabe-se que a utilização em autoestrada é um pesadelo para as baterias, sugando-lhe a energia de forma muito mais rápida. Tudo por causa do arrasto provocado pela velocidade. Fica assim evidente que o estilo será peça fundamental nos modelos do futuro.

Entretanto, a Volvo vai continuar a investir no modelo de subscrição de forma a que em 2025 as vendas online possam chegar aos 50% das vendas totais. Quanto ao facto da Volvo aderir aos modelos híbridos Plug In, continua a casa sueca a dizer que os PHEV são, apenas, uma ponte para a mobilidade 100% elétrica. Annwall diz mesmo que “não sabemos quantos anos vai durar a transição, se 5 ou 10 anos ou mais, mas quando mais depressa a Volto se tornar uma marca elétrica, melhor a Volvo estará preparada para ser vencedora no segmento Premium.”