Clássicos

Sabe quais são os carros mais vendidos na história da Alfa Romeo?

São 110 anos de história, nem sempre brilhante, mas de uma riqueza absoluta que nos leva a concordar que não se é um apaixonado pelo automóvel se nunca se teve um Alfa Romeo!

São milhares de modelos vendidos pela marca do Biscione e a sua história é igual aquela modelo lindíssima, escultural que tinha tudo para ser enorme e acabou em mãos menos amigas e acabou por ver o futuro truncado.

A Alfa Romeo é daquelas marcas que se perdoa tudo. Mesmo tudo! É paixão, é loucura é, enfim, incompreensível a paixão que desperta e que leva alguns a serem absolutamente radicais e incapazes de ver os defeitos que a casa italiana sempre exibiu.

Aquilo que todos conhecemos como a cegueira da paixão! 

Acreditamos que a fusão entre a PSA e a FCA poderá oferecer o apoio e as ferramentas necessárias para recuperar a marca da encruzilhada em que está. 

E não é um problema de produto, pois o GIulia e o Stelvio são lindíssimos, a qualidade da plataforma deixa os alemães ruborizados e as mecânicas não deixam créditos por mãos alheias. Qual é o problema? Se soubéssemos, eramos milionários.

Enquanto não há uma solução para a Alfa Romeo, deixamos aqui os 20 carros mais vendidos da marca, com dados oficiais fornecidos pela própria Alfa Romeo através do seu departamento de documentação e publicados pela revista italiana Quattroruote.

Alfa Romeo 33

Sem surpresa, o carro mais vendido da Alfa Romeo foi o 33. Elegante sem ser deslumbrante. Compacto, ligeiro, com excelente comportamento e performances para a época, o 33 foi um enorme sucesso. Viveu entre 1983 e 1994 e foram produzidas 989.234 unidades, destacando-se as versões carrinha (Sportwagon), desportivas (QV ou Quadrifoglio) e até com tração integral.

Alfa Romeo Alfasud

Foi o primeiro carro da casa italiana a ter tração dianteira. Foi o primeiro carro a ser produzido na fábrica de Pomigliano d’Arco (dai o nome Alfasud pois era a agência do estado italiano criada para a construção desta fábrica). Teve uma versão Giardinetta (uma espécie de carrinha) e foram produzidas 906.824 unidades.

Alfa Romeo 156

Elegância pura! Desenho de Walter da Silva, o 156 é dos carros mais bonitos que já foi feito, tendo uma versão carrinha igualmente elegante e sensual. Viveu entre 1997 e 2007, tinha um interior delicioso e foram produzidas 673.435 unidades.


Alfa Romeo 147

Foi Carro do Ano em 2001 e viveu entre 2000 e 2010. Deriva do 156, foi desenhado por Walter da Silva sendo mais elegante na versão de três portas que o forçado cinco portas. Foi redesenhado por Giorgetto Giugiaro em 2005. Foram produzidas 651.823 unidades. 

Alfa Romeo Giulia

Mais um exemplo da elegância e beleza de linhas intemporais. Produzido entre 1962 e 1978, o celebre modelo da casa do Biscione é o antecessor do atual Giulia. A produção chegou às 572.646 unidades, que incluem o Nuova Super, um carro que não usava o nome Giulia, mas do qual foram produzidos uma mão cheia de unidades.

Alfa Romeo Alfetta

O carro que substituiu o 1750 tentava fazer rimar as linhas de uma berlina familiar com a aura desportiva da casa de Arese. Alguns dos detalhes de estilo que marcaram o desenho de alguns dos mais interessantes e bonitos Alfa Romeo nasceram com este Alfetta. Entre 1972 e 1984 foram produzidos 475.722 exemplares.      

Alfa Romeo Giulietta

A reencarnação moderna do Giulietta está a caminho da reforma. Um carro com um estilo arredondado do mais belo efeito, do qual já foram produzidas 469.067 unidades, sendo este número registado no final de 2019.

Alfa Romeo Giulietta

Nasceu antes do 75. Percebe-se de onde veio a inspiração no 75. A sua forma em cunha não engana. Não é dos mais felizes exercícios de estilo da Alfa Romeo, mas foram produzidos 379.691 exemplares entre 1977 e 1985, antes de dar o palco ao mais bonito e equilibrado 75.

Alfa Romeo 75

Pureza. Mecânica fantástica. Criatividade (os comandos dos vidros elétricos estavam numa consola no tejadilho). O Alfa Romeo 75 era isto tudo e ainda teve uma vida vitoriosa na competição. Modelos como o 75 Twin Spark ou o Turbo deixam os amantes do automóvel com os pelos arrepiados! Curiosamente, o 75 não passava de um restyling do Giulietta, ocupando o seu lugar na gama da casa do Biscione. Foi o último Alfa Romeo de produção em série com tração traseira e com soluções avançadas para a época. Foram produzidos 355.433 exemplares entre 1985 e 1992.

Alfa Romeo Mito

É o único utilitário na história da Alfa Romeo e é o exemplo daquilo que não se deve fazer a uma marca como a de Arese. Destinado a oferecer mais volume de vendas, o Mito era um Punto muito mais bonito, mas para preservar a aura desportiva, nunca teve versão de 5 portas e isso condenou-o. Viveu durante 10 anos entre 2008 e 2018 e foram produzidos 293.428 carros.  

Alfa Romeo 164

Fez parte do projeto Tipo 4, uma plataforma comum ao Fiat Croma, Lancia Thema e Saab 9000. O Alfa Romeo 164 era, claro, o mais bonito de todos e impunha a sua presença. Foi produzido entre 1987 e 1997 e nesses dez anos foram construídas 269.894 unidades.

Alfa Romeo 159

Há carros que deixam uma marca indelével na memória dos amantes do automóvel e o 159 é um deles. Quando se pensava que não era possível fazer um carro mais bonito e elegante que o 156, eis que a Alfa Romeo surpreendeu. E a carrinha então é um hino ao bom gosto. Viveu entre 2005 e 2011, deixou saudades tendo sido produzidas 247.661 unidades.

Alfa Romeo 146

Dois volumes e meio, era uma espécie de alternativa ao 145, mais familiar e com maior bagageira. Viveu entre 1994 e 2000 e foram produzidas 233.790 unidades.

Alfa Romeo Giulia GT

O belíssimo Giulia conheceu várias versões, umas raras, outras nem por isso, tendo sido produzido entre 1963 e 1976, destacando-se os 1350, 1750 e 2000, sem o nome Giulia, tal como o Sprint GT. O Giulia GTA é o mais conhecido e foi a inspiração para o moderno Giulia GTA, uma verdadeira “bomba”. Foram produzidas 225.215 unidades. 

Alfa Romeo 145

O substituto do 33, foi o último modelo da Alfa Romeo a usar o famoso motor Boxer, tendo prescindido dele em 1996 com uma gama de motores Twin Spark de 4 cilindros em linha. Foi produzido entre 1993 e 2000, tendo a casa de Arese fabricado 221.786 unidades.

Alfa Romeo 155

O primeiro Alfa desenvolvido pela Fiat, tinha um comportamento desportivo e a Alfa Romeo foi adicionando versões cada vez mais “picantes”. Foi um dos melhores carros em pista ganhando o DTM e o BTCC, viveu entre 1991 e 1997 tendo produzido 195.526 unidades.

Alfa Romeo Alfetta GT

Desportivo, incluiu na gama o GT e o famoso GTV, estes já sem o nome Alfetta. Foi produzido entre 1974 e 1986 e devia a sua linha em cunha ao desenho de Giugiaro, posteriormente retocado pelo Centro Stile Alfa Romeo. Foram produzidas 136.275 unidades.

Alfa Romeo Giulietta

O nome feminino colou-lhe a alcunha de “Namorada da Itália”, é um dos mais célebres modelos de quatro portas da Alfa Romeo e foi produzida entre 1955 e 1964. Foram produzidas 131.806 unidades.

Alfa Romeo Spider

Conhecido como Duetto, é outro carro belíssimo e muito procurado, atingindo valores elevados no mercado dos clássicos. Foi produzido entre 1966 e 1993, teve quatro gerações. Ficou conhecido pela participação num filme onde ainda jovem Dustin Hoffman conduzia um “osso de choco”, o modelo da primeira geração que tinha esta alcunha devido á forma da traseira. Foram produzidas 124.105 unidades

Alfa Romeo Alfasud Sprint

Feito com base no chassis do Alfasud, este desportivo nascido nos anos 70 é um dos mais desejados. Tem um desenho inspirado de Giorgetto Giugiaro e esteve em produção entre 1976 e 1989. Foram vendidas 121.434 unidades. Neste número estão incluídos o Sprint e o Sprint Veloce