Home

Fusão PSA – FCA deverá estar pronta no dia 16 de janeiro

Em comunicado conjunto, a PSA e a FCA anunciaram que a fusão entre os dois grupos será concretizada no dia 16 de janeiro.

O referido comunicado refere que além da concretização da fusão no dia 16 de janeiro – sublinhando a frase de Carlos Tavares, “estamos prontos para a fusão!” – as ações da Stellantis serão colocadas nas praças bolsistas de Paris e Milão no dia 18 de janeiro e em Nova York no dia seguinte.

Com uma produção anual de 8 milhões de unidades em todo o mundo e um volume de negócios de 165 mil milhões de euros, a Stellantis será um “player” decisivo no universo automóvel. 

Apesar de uma revisão dos termos do acordo devido à pandemia de Covid-19, a fusão vai ser uma realidade e oferecerá a criação de sinergias no valor de 5 mil milhões de euros, com 80% desse valor a ser alcançado em 2024.

Três quartos dessa sinergia é alcançada pela combinação de tecnologias, plataforma e produtos, além das aquisições centralizadas.

Segundo reclamam os responsáveis, o primeiro ano da fusão gerará mais valor que os custos da fusão, estimados em 4 mil milhões de euros.

Com a fusão, o grupo PSA deixa de estar dependente, apenas, do mercado europeu, penetrando no mercado norte americano através da FCA. Por seu turno, a FCA deixa de estar dependente dos lucros vindos do mercado norte americano.

A PSA amortizará mais depressa os avultados investimentos feitos, enquanto a FCA beneficiará desses investimentos. Finalmente, com a dimensão gerada – apesar da fusão dar origem a um gigante que será o 4º maior em termos de produção, será o 6º em termos de vendas olhando aos números de 2020 – a penetração no mercado chinês será mais fácil.

Categories: Home, Notícias

Tagged as: , ,