Desporto

João Barbosa continua nos EUA ao volante de protótipos… só não luta pela vitória à geral

Um dos melhores pilotos portugueses e um dos melhores do IMSA, estava sem volante há algum tempo. Acabou a travessia no deserto: João Barbosa estará no IMSA em 2021.

Será já nas 24 Horas de Daytona que o piloto português regressará à atividade, não com um protótipo DP ou um LMP2, mas sim com um carro da categoria LMP3.

João Barbosa estará ao volante de um Ligier JS P320 da equipa Sean Creech Motorsport.

Equipa criada por Sean Creech e com base na Flórida (Jupiter), terá uma formação de luxo em 2021. Além de João Barbosa, quatro vezes vencedor das 24 Horas de Daytona, o Ligier será pilotado por Wayne Boyd, Yann Clairay e Lance Willsey.

Curiosamente, João Barbosa já tinha pilotado para Sean Creech. Aconteceu há quase 20 anos, quando o português andava com o Porsche 911 GT2 da Mike Colucci Racing. 

A formação do Ligier da Sean Creech Motorsport disputará a totalidade do campeonato, com João Barbosa e Lance Willsey.

O piloto que fará dupla com o português no Ligier LMP3 tem muita experiência nesta categoria, desde que esta foi introduzida nos EUA em 2017. Já participou em dez edições das 24 Horas de Daytona.

Quanto aos pilotos que vão fazer as 24 Horas de Daytona com Barbosa e Willsey, Wayne Boyd faz o European Le Mans Series com a equipa United Autosport igualmente com um Ligier JS P320. Finalmente, Yann Clairay tem feito muitas provas com protótipos e GT no Velho Continente, sendo um piloto conhecido no meio do Endurance.

A equipa de Sean Creech vai ter o apoio de Kevin Doran (que já venceu cinco vezes em Daytona como dono de equipa) em termos de engenharia com o auxílio de Mark Schomann, um conhecido engenheiro.

Não seria esta a forma como João Barbosa desejaria continuar a sua carreira, mas pelo menos o português vai continuar a competir e a categoria LMP3 ganha um automático candidato à vitória.