Home

Porsche apoiou na Península Ibérica atividades e programas solidários em 2020

Perante situações excecionais, medidas excecionais e foi isso que a Porsche Ibérica fez ao longo de 2020.

Foi criada a PCS, Porsche Compromisso Social, entidade que criou ou se juntou a movimentos solidários. Contas feitas, a Porsche AG apoiou as iniciativas da filial ibérica com mais de 200 mil euros de investimento.

A PCS nasceu durante as primeiras semanas de pandemia e a sua ação materializou-se em várias iniciativas.

De março a maio, a Porsche Ibérica utilizou as suas instalações em Madrid e os seus funcionários para entregar 6 mil refeições a pessoas carenciadas.

Depois, arrancou com o projeto Porsche SOMA, uma colaboração entre a rede de emergência alimentar portuguesa e a homóloga espanhola (Fesbal)

Dentro deste projeto, a Porsche Ibérica e a rede de concessionários reuniram 300 mil euros que foram entregues aos Bancos Alimentares de Portugal e Espanha. O que permitiu oferecer 1.2 milhões de refeições.

Finalmente, o programa SOMA integrou o Taycan Electrotour. Nesse sentido, um Taycan andou, nas últimas semanas de outubro, pela Península Ibérica. Teve dois objetivos: chamar a atenção para a ação solidária promovida pela Porsche tornando-a como algo inspirador para outras entidades. Depois, os mais de 5 mil quilómetros percorridos foram transformados em toneladas de alimentos entregues a instituições de Portugal e Espanha.

“O selo ‘Porsche Compromisso Social’ expressa a vontade de nos envolvermos ativamente com a sociedade”, comentou Tomás Villén, diretor-geral da Porsche Ibérica. “Tudo isto está a trazer-nos uma experiência muito enriquecedora. O nosso dever moral como empresa é apoiar as pessoas mais desfavorecidas e liderar projetos concretos destinados a tornar o mundo melhor”.

A Porsche Ibérica promete continuar a avaliar e desenvolver ações solidárias com os mais desfavorecidos.