Home

SEAT vai realizar 4.500 testes diários à Covid-19 aos funcionários da zona de produção

Serão efetuados duas vezes por semana testes antigénio a todos os funcionários da área de produção para minimizar o risco da eclosão de surtos.

A SEAT já realizou mais de 55 mil testes PCR e antigénio aos seus colaboradores desde o início da pandemia. E a incidência da Covid-19 é de 1%.

Enquanto não é estabelecido um programa de vacinação da população, a SEAT vai continuar a fazer testes a todos os colaboradores.

Desde o dia 1 de janeiro, a SEAT realizou mais de 15.000 testes aos seus funcionários e elaborou um plano massivo de testes rápidos, que entra em vigor esta quinta-feira, através do qual mais de 10.000 trabalhadores de todos os centros de trabalho realizarão testes de antigénio duas vezes por semana, com uma média de 4.500 testes diários. 

O objetivo desta medida é minimizar o risco de surtos nos locais de trabalho e aliviar a rede de saúde pública, dado o alarmante aumento de casos na esfera social e o avanço da estirpe britânica do coronavírus, que tem uma capacidade de contágio 56% superior, segundo as estimativas.  

Além disso, e no que diz respeito aos próprios trabalhadores, a empresa elaborou um plano de vacinação em três fases, que se prevê que seja aplicado à medida que aumenta o número de vacinas disponíveis e sem interferir nos planos de abastecimento das autoridades. Na primeira fase, propõe-se vacinar todo o pessoal de saúde, composto por mais de 50 pessoas. 

Numa segunda etapa, e novamente com a colaboração das autoridades sanitárias, espera-se poder vacinar todo o pessoal de risco e com maior exposição ao vírus, antes de poder passar para a fase de vacinação em massa.

Ao mesmo tempo, e no âmbito do Comité Científico da SEAT “SEAT Healthy Company”, do qual o Dr. Bonaventura Clotet é membro honorário e conselheiro científico desde há 5 anos, a SEAT oferecerá aos seus trabalhadores a possibilidade de participar voluntariamente num estudo na fase 3 das vacinas em desenvolvimento contra a Covid-19.

“A saúde e a segurança dos nossos funcionários são e serão sempre uma prioridade na SEAT”, declarou o vice-presidente de recursos humanos e organização da SEAT, Xavier Ros. “Na fase mais difícil da crise sanitária, demonstrámos o nosso compromisso nesse sentido e implementámos medidas que se mostraram eficazes no controlo do vírus. Por isso, temos a convicção de que continuar nesta linha de prevenção, cumprindo rigorosamente as medidas recomendadas (máscaras, distância de segurança e higienização das mãos), para além da realização de testes massivos, nos ajudará a proteger todos os que fazem parte desta empresa e do Grupo Volkswagen em Espanha”.

Categories: Home, Notícias

Tagged as: , , , ,