Home

Hyundai une-se à Urban Air Port para lecar a cabo primeiro projeto de aeroporto elétrico urbano

A ideia da Hyundai é acelerar em parceria com a Urban Air Port os aeroportos elétricos que permita a descolagem e a aterragem verticais dos táxis aéreos e drones de entrega autónomos que, acredita-se, irão transportar pessoas e mercadorias entre cidades.

Promovido com o objetivo de desenvolver infraestruturas e sistemas de aviação para a próxima geração de veículos aéreos elétricos e autónomos, o Urban Air Port Air-One, que conta com o apoio da Hyundai, acaba de vencer o Future Flight Challenge, um programa governamental do Reino Unido. 

O Air-One será a primeira plataforma do mundo totalmente operacional para futuras aeronaves elétricas de descolagem e aterragem vertical (eVTOL) – como drones para transporte de mercadorias e táxis aéreos. 

A Urban Air Mobility Division da Hyundai escolheu o Urban Air Port como o seu parceiro de infraestruturas prioritário com o objetivo de apoiar o crescimento global deste novo setor. 

A Hyundai pretende criar a sua própria aeronave eVTOL e apoiar um ecossistema de mobilidade área urbana mais amplo. A marca coreana está ainda a apoiar o desenvolvimento do Air-One como parte do seu plano para comercializar o seu eVTOL até 2028. 

O Urban Air Port desenvolve infraestruturas completamente autónomas, inovadoras e livre de emissões, com o objetivo de promover o futuro da mobilidade aérea. O projeto Air-One irá unir o setor, o governo e o público com o intuito de mostrar o potencial da mobilidade aérea urbana sustentável para reduzir os congestionamentos de trânsito, diminuir a poluição do ar e descarbonizar completamente o transporte. 

“À medida que vamos avançando com o nosso programa de aeronaves eVTOL, o desenvolvimento de infraestruturas de apoio é imperativo. O Air-One é um projeto único que foi desenvolvido com o objetivo de ajudar a marcar o caminho para o desenvolvimento de uma rede de infraestruturas robustas, acessíveis e intermodal para a mobilidade do futuro” afirmou Pamela Cohn, diretora operacional da Urban Air Mobility Division da Hyundai. 

“Estamos muito entusiasmados por fazer parte desta parceria no Reino Unido e esperamos trabalhar em conjunto para criar impacto e oportunidades na comunidade através de soluções de mobilidade seguras, acessíveis e centradas no ser humano”, acrescenta. 

“Os automóveis precisam de estradas. Os comboios de carris. Os aviões de aeroportos. Os eVTOLS irão precisar de Urban Air Ports” salienta Ricky Sandhu, fundador e presidente executivo da Urban Air Port. 

“Há mais de cem anos, descolou o primeiro voo comercial do mundo, dando origem a um mundo moderno conectado. O Urban Air Port irá melhorar a conexão entre as nossas cidades, aumentar a produtividade e ajudar o Reino Unido a assumir a liderança numa nova economia global ecológica”, indica. 

A pegada física de um Urban Air Port é 60% inferior à de um heliporto tradicional (infraestrutura existente mais semelhante). Recorrendo a uma construção modular inovadora, estes locais podem ser instalados em apenas alguns dias, emitindo zero emissões de carbono, sendo que podem ser operados completamente fora da rede, o que significa que não é necessária uma conexão de rede específica. 

O Urban Air Port oferece uma abordagem integrada para a descarbonização das cidades. Esta infraestrutura foi desenhada para suportar qualquer aeronave eVTOL e para complementar outros meios de transporte sustentáveis como um centro de veículos, autocarros, scooters e outros veículos elétricos. 

O estilo permite que os Urban Air Ports sejam facilmente desmontados e transportados para outros locais, à medida que o setor da mobilidade aérea evolui. Permite, também, dotar os locais para situações de gestão de emergências em casos de desastres. Os Urban Air Ports podem rapidamente alocar drones e outros eVTOL para recolher e transportar equipamentos de emergência e pessoas para qualquer local onde forem necessárias. 

A empresa planeia desenvolver mais de 200 locais nos próximos cinco anos para dar resposta à procura global. Tendo garantido financiamento para o Air-One, o Urban Air Port está agora em negociações com investidores para apoiar sua rápida comercialização e crescimento