Home

Tesla já está a enviar maquinaria para a fábrica da Alemanha

Os planos da Tesla para começar a fabricar o Model Y na Alemanha parecem estar a concretizar-se com a mudança de maquinaria para as instalações já erigidas.

A Tesla referiu que “a construção da nossa fábrica em Berlim continua dentro do planeado e já começamos a enviar maquinaria para os edifícios”. O porta voz da Tesla não especificou que maquinaria está a ser instalada, mas várias pessoas que têm andado em redor das instalações a fotografar e com drones, dizem que o que se tem estado a instalar é a zona de pintura e de estampagem.

Para a Tesla, como foi dito na apresentação de resultados, “a GigaFactory de Berlim deve incrementar significativamente as vendas na Europa, muito parecido com o que aconteceu em Xangai.”

Convirá lembrar que na Europa a 18, a Tesla perdeu 11% de vendas para 97.791 unidades. Contas feitas, a Tesla foi a terceira marca 100% elétrica atrás do grupo VW (173.943 unidades, um crescimento de 244%) e da Aliança Renault Nissan Mitsubishi (135.537 unidades, um aumento de 70%), ligeiramente acima da Hyundai Kia (94.981 unidades, mais 119%).

Fazendo contas à Europa a 27, o recuo da tesla é de 12% para 111.142 unidades, com o Model 3 a encontrar 85.496 unidades. Isto ofereceu-lhe uma quota de mercado de 13,4%, atrás da Aliança (18,6%) e do grupo VW (23,9%).

Dizer que a Tesla gerou um lucro de 270 milhões de dólares no quarto trimestre de 2020. Com isto, a casa norte americana conseguiu, pela primeira vez desde a sua fundação em 2003, um ano inteiro com lucros.

Porém, os executivos da Tesla reconhecem que estes resultados estiveram ancorados na venda de créditos de emissões a concorrentes, nomeadamente, á FCA. E isso é um motivo de alerta, pois a Tesla deseja manter-se lucrativa de forma sustentada e permanente e estas vendas serão cada vez menos fator de auxílio.

Zach Kirkhorn, o CEO da Tesla, reconheceu que 401 milhões de euros dos lucros obtidos no quarto trimestre, vieram dos tais créditos ambientais e que foram superiores ao desejado pela marca americana.

Apesar deste reconhecimento, a Tesla diz que não quer basear o seu negócio na venda de créditos ambientais e nem quer que seja um fator decisivo durante muito tempo.

A Tesla vendeu, em 2020, 499.647 unidades, ou seja, mais 61% que em 2019, mas aquém das 500 mil unidades prometidas por Elon Musk. Contas feitas, o lucro de 2020 foi de 721 milhões de dólares.

Com os resultados apurados, o valor bolsista da Tesla caiu 5% para 820,4 dólares por ação. Fica por saber se ainda este ano serão entregues algumas Cybertruck, embora alguns executivos da Tesla acreditem que não haverá produção antes de 2022. Entretanto, a Tesla está a acabar duas fábricas, uma no Texas e outra na Alemanha.

Categories: Home, Notícias

Tagged as: , , ,