Elétricos

Estará a Apple perto de investir na Kia? Os investidores dizem que sim!

O grupo Hyundai Kia há algum tempo que tem sido referido como pronto para fazer uma associação com a Apple e construir veículos elétricos para o gigante americano.

E entre as duas marcas, a Kia tem sido fortemente ligada a um massivo investimento por parte da Apple para realizar veículos 100% elétricos.

Não passa de um rumor, mas a verdade é que o mercado bolsista e os investidores acreditam nisso (ou têm informação privilegiada) pois as ações da Kia conheceram novo máximo de valor bolsista desde 1998.

Os rumores que continuam a viajar por todo o mundo dizem que a Apple irá investir 3,6 mil milhões de dólares na Kia para esta produzir os carros 100% elétricos com o nome da Apple, na fábrica norte americana do construtor coreano localizada no estado da Georgia.

Diz o mesmo rumor que o dia 17 de fevereiro será a data de assinatura do acordo, estando previsto para 2024 a produção do primeiro modelo Apple.

Tudo começou com uma notícia surgida na Coreia do Sul que, sem citar fontes, dizia estar perto um acordo bilionário entre a Apple e a Kia. Nenhuma das empresas quis fazer declarações sobre o assunto.

Mas, curiosamente, a Hyundai já tinha anunciado que estava em conversações com a produtora do iPhone. Corrigiu esse comunicado duas vezes.

Primeiro, reduzindo o valor do investimento de 8 mil milhões de dólares para menos de metade. Depois dizendo que as conversações eram não só com a Apple, mas cm outras companhias.

Depois veio dizer, numa segunda emenda separada por horas, que tinha sido contactada por potenciais parceiros para o desenvolvimento de veículos elétricos com condução autónoma. No meio de tudo isto, as ações da Hyundai subiram 19%.

Esta forma de estar da Hyundai não deve ter agradado à Apple que, certamente, terá feito sentir isso e “obrigado” a desviar o projeto para a outra marca do grupo.

O que se sabe de concreto é que a Apple está a desenvolver um projeto na área dos veículos 100% elétricos autónomos desde 2014 debaixo do projeto “Titan Project”. 

A junção com a Hyundai ou com a Kia ofereceria aquilo que a Tesla não teve quando se lançou na produção automóvel: o conhecimento do mercado e o conhecimento em termos de produção.

A Hyundai e a Kia estão a acelerar o futuro 100% elétrico com a produção de uma nova plataforma E-GMP e um sistema que possa garantir 500 km de autonomia, sendo a bateria recarregável até 80% em apenas 18 minutos. Será esta a base do IONIQ 5 e no novo Kia EV. E poderá ser a base do iPhone sobre rodas da Apple.