Home

Ops! Afinal a ligação Apple – Kia não vai acontecer e o valor bolsista da Hyundai e da Kia caiu a pique!

O Grupo Hyundai anunciou que acabaram as negociações com a Apple para a criação de carros elétricos autónomos, um mês depois de ter confirmado que as conversas com o gigante tecnológico estavam em andamento.

Este falhanço nas negociações acabou por penalizar o valor em bolsa da Hyundai e da Kia, com a primeira a perder 6% vendo desaparecer 3 mil milhões de dólares do seu valor de mercado, a segunda recuou massivos 15%, perdendo 5,5 mil milhões de dólares em valor bolsista. Ouch!

Este anúncio vem por fim a semanas de profundas clivagens internas no grupo Hyundai (que alberga a Hyundai e a Kia) sobre as benesses do hipotético acordo com a Apple. Alguns responsáveis levantaram receios de passarem a ser meros instrumentos da companhia norte americana. E exibiram como argumento o que se passou com a Foxconn, uma empresa de Taiwan, que “desapareceu” depois de assumir a produção e o desenvolvimento do iPhone.

Este desfecho não é surpreendente, pois é conhecida a aversão do grupo Hyundai a colaborações externas. Convirá lembrar que o segundo maior conglomerado da Coreia do Sul produz toda a mecânica e até produz o aço que usa nos veículos que produz.

Por isso houve tanta resistência interna tendo como lema “nós não somos uma empresa que produz carros para os outros” disse uma fonte da Hyundai citada pelo Automotive News.

E a verdade é que, segundo Kevin Yoo, um analista da empresa eBEST Investment & Securities, citado pelo mesmo órgão de comunicação, “fica evidente que o Hyundai Motor Group não ficou muito satisfeito com as negociações com a Apple… deixaram claro que não aceitam ser tratados como um mero fornecedor ou produtor do gigante americano.”