Desporto

F1: GP de Portugal vai ter segunda edição em 2021 no Autódromo Internacional do Algarve

O espaço estava livre, o rumor andava a ganhar volume e após semanas de incerteza e de muitas linhas de texto gastas, o GP de Portugal de Fórmula 1 de 2021 será realizado em maio.

O arranjo do calendário de 2021 não estava a ser fácil devido à pandemia de Covid-19 eriçada nos primeiros dias deste ano. Austrália retirou-se e a China também, deixando Stefano Domenicalli com o “menino” nos braços.

As negociações entre os diversos intervenientes e a congregação de vontades poderá ter surtido efeito e o Autódromo Internacional do Algarve vaia colher a edição 2021 do GP de Portugal, depois do sucesso da edição de 2020 em plena pandemia.

Segundo fontes bem informadas e próximas do processo citadas pelo Autosport britânico, Portugal será o terceiro GP de 2021, iniciando-se a temporada no dia 28 de março com o GP do Bahrain, seguindo-se no dia 18 de abril o GP da Emilia Romana em Imola. 

Serão 23 corridas ao longo de 10 meses, terminado a competição com o GP do AbuDhabi no dia 12 de dezembro.

As equipas vão ser formalmente informadas na próxima 5ª feira numa reunião da Comissão da F1.

Obviamente que se espera que em maio as coisas estejam bem diferentes e as limitações de viagem e de entrada no Reino Unido já estejam diferentes.

Recordamos que o Reino Unido exige quarentena após entrada no país, paga pelo viajante no valor aproximado de 2 mil euros.

Ora, as equipas estão quase todas sedeadas no Reino Unido e estando Portugal na “lista negra” dos britânicos e não se antevê que haja exceção para a elite dos desportos (como sucedeu com a Liga Europa e que vai forçar o Benfica e o Arsenal a jogar em Roma e em Atenas), a rotina das equipas vai ser alterada.

Caso não hajam alterações nesta lista ou nas condições epidemiologia do país, as equipas baseadas no Reino Unido deverão ficar entre Portugal e Espanha até ao final do GP de Espanha, no dia 9 de maio. E se todos saírem de Espanha no dia 10 de maio, terão de passar 10 dias em quarentena, pelo que tudo será muito à justa para o GP do Mónaco. O pesadelo logístico será grande e isso poderá ser a maior ameaça à realização do GP de Portugal.

Sabe.se, também, que o rumor que dizia ser possível serem feitas duas provas no Bahrain, nunca foi encarado como opção principal. Portugal era o Plano A, até porque foi a prova estreante com mais audiência e foi a segunda mais vista de todas as provas de 2020.   

As equipas e os pilotos gostaram do traçado, gostaram do acolhimento e, portanto, era uma prioridade para a Liberty e para Stefano Domenicalli realizar o GP de Portugal.

Na reunião da Comissão da F1, serão finalizados os detalhes finais do calendário e, também, votar a possibilidade de ter corridas Sprint já em 2021 e aprovar, ou não, o congelamento dos motores a partir de 2020.

CALENDÁRIO 2021

28 março GP Bahrain Sakhir
18 abril GP Emilia Romagna Imola
02 maio GP PortugalPortimao
09 maio GP EspanhaBarcelona
23 maio GP MonacoMonaco
06 junho GP AzerbaijãoBaku
13 junho GP CanadáMontreal
27 junho GP FrançaLe Castellet
04 julho GP ÁustriaSpielberg
18 julho GP Grã BretanhaSilverstone
01 agosto GP HungriaBudapest
29 agosto GP BélgicaSpa
05 setembro GP HolandaZandvoort
12 setembro GP ItáliaMonza
26 setembro GP RussiaSochi
03 outubro GP SingapuraSingapure
10 outubro GP JapãoSuzuka
24 outubro GP EUAAustin
31 outubro GP MéxicoMexico
14 novembro GP São PauloSao Paulo
21 novembroGP Austrália Melbourne
05 dezembroGP Arábia SauditaJeddah
12 dezembroGP Abu DhabiAbu Dhabi

Categories: Desporto, Home, Notícias

Tagged as: , , , ,