Home

McLaren Artura vai ser revelado no dia 17 de fevereiro

O Artura é um carro em que a McLaren muito aposta reclamando que o novo modelo híbrido com motor V6 oferece impressionante performance.

Será num “evento espetacular” a decorrer no próximo dia 17 de fevereiro que a McLaren vai revelar o Artura, um carro “High Performance Hybrid” (HPH) que será o substituto da gama Sport Series. 

O facto do carro ter um nome e não um número que confidencia o valor da potência do modelo, cava a diferença face á anterior gama.

É verdade que a McLaren já usou nomes para alguns dos seus carros. Lembramos o Senna e o Elva, ambos com ligação à competição. A McLaren, certamente, explicará as razões por trás do nome do novo modelo.

A marca de Woking descreve o Artura como a próxima geração de supercarros graças ao seu motor V6 híbrido. Não é uma novidade, pois a McLaren já tinha usado esta tecnologia no P1 e no Speedtail.

“Cada elemento do Artura é novo, desde a plataforma a cada peça da unidade motriz híbrida, passando pela aerodinâmica e pelo estilo exterior e interior. Carrega décadas de experiência da McLaren em fazer carros ligeiros para a competição e para a estrada, trazendo os nossos conhecimentos na eletrificação para um supercarro” sustentou Mike Flewitt, o CEO da McLaren Automotive.

Sabe-se que o motor V6 híbrido manterá a performance do V8, aceleração assistida pela eletrificação e uma autonomia em modo elétrico de 32 km.

O McLaren Artura estará baseado na plataforma MCLA (McLaren Carbon Lightweight Architecture), tem carregamento externo, acreditando-se que terá carregador potente e rápido. 

O chassis em carbono e a busca de mitigar o peso do sistema híbrido e da bateria, tornam o carro um dos mais leves de sempre da McLaren. O Artura vai ficar posicionado entre o GT e o 720S, desaparecendo a Sport Series. Assim, o 620R será o último carro da Sport Series.