Home

Sebastian Vettel saiu da Ferrari e está a vender os seus… Ferrari!

Não acreditamos que seja por vingança ou porque Lawrence Stroll não queira concorrência em termos de colecionismo de Ferrari, mas Sebastian Vettel está a desfazer-se dos seus Ferrari e de mais algumas pérolas.

O quatro vezes campeão do Mundo de Fórmula 1 com a Red Bull e até dezembro do 2020, piloto da Scuderia Ferrari que em 2021 estará na Aston Martin Cognizant F1, tem uma vida privada… mesmo privada.

Sebastian Vettel será dos pilotos que mais e melhor reserva a sua intimidade e poucos conheciam a sua excelente coleção de carros. E, não, não fiquem preocupados que o rapaz alemão não está curto de fundos.

Acreditamos, também, que não vá vender os carros por vingança contra a Ferrari ou porque Lawrence Stroll tenha exigido ser o único na equipa Aston Martin Cognizant F1 a ter uma coleção de carros da Ferrari. Até porque a do bilionário canadiano é bem mais sumarenta…

Não sabendo qual a razão, a verdade é que através de um dos mais reputados vendedores de carros exóticos, históricos ou clássicos, Tom Hartley Jnr,  Sebastian Vettel colocou à venda oito carros da sua coleção.

Se quiser comprar o Ferrari La Ferrari… vai tarde que já está vendido! O carro de 2016 já voou, tal como o Ferrari Enzo de 2004, estando disponível, ainda, o Ferrari F50 de 1996.

Do primeiro só foram feitas 400 unidades e o valor anda em redor dos 2.4 milhões de dólares, cerca de 2 milhões de euros, mesmo que em 2015 tenha sido vendido um carro de 2005 por 6 milhões de dólares (4,9 milhões de euros)! O segundo tem uma cotação de 1.8 milhões de dólares, qualquer coisa como 1.5 milhões de euros. Quanto ao La Ferrari, os valores rondam os 2.9 milhões de dólares (2,4 milhões de euros)

O Ferraro F50 foi comprado por Vettel em 2015 durante o primeiro ano do alemão na equipa de Maranello. Tinha 6939 km e foi vendido ao piloto com todos os acessórios e um certificado da Ferraroi Classiche.

Mas há mais dois Ferrari que Vettel quer vender. O primeiro é um espetacular F12tdf de 2016 comprado novo e com apenas 1183 km andados e tem o requinte de ter o logótipo de Sebastian Vettel bordado nos encostos de cabeça. 

O segundo é um mais “modesto” Ferrari 458 Speciale, igualmente comprado novo por Sebastian Vettel e que tem 3077 km percorridos. O F12 vale 820 mil dólares (682 mil euros) mais alguma coisa pela personalização do logótipo de Vettel. Quanto ao 458 Speciale ronda os 350 mil dólares (291 mil euros).

Os outros carros deste lote da coleção de Sebastian Vettel são um Mercedes AMG SL65 Black Series (valor de 250 mil euros e que foi uma prenda pela vitória no primeiro GP do Abu Dhabi em 2009), um Mercedes AMG SLS de 2010 (valor de 200 mil euros) e um BMW Z8 Roadster de 2002 que foi vendido nos EUA e posteriormente enviado para a Suíça (valor de entre 132 e 170 mil euros).

Se estiver interessado é só clicar aqui e poderá deitar mão a um dos carros usados por Sebastian Vettel.