Desporto

Ott Tanak disse que se ia estrear no Rali do Ártico… Será que é mesmo assim?

O piloto da Hyundai Motorsport e Campeão do Mundo de Ralis de 2019 disse que se iria estrear no Rali do Ártico… hummmmm!

Ott Tanak disse, mais tarde, que se lembra de ter lá estado, mas como mecânico. Obviamente que o piloto nascido na Estónia já foi à Lapônia e a Rovaniemi, mas não é verdade que ser vá estrear no Rali do Ártico.

Então não é que o jovem estoniano, à época com tenros 23 anos, esteve inscrito na 45º edição do Rali do Ártico 2020 com um Ford Focus WRC ’03 com a matrícula E003 YMC?!

A seu lado esteve Kristo Kraag, um estónio nascido no dia 3 de fevereiro de 1979, que foi navegador de Markko Martin (Tanak estreou-se na equipa de Martin…), de Raul Jeets e de pilotos como Martin Kangur, Sander Parn e Georg Gross.

Na primeira PEC, Tanak foi terceiro atrás de Dani Sordo e Kimi Raikkonen, ambos em Citroen C4 WRC. No segundo troço foi segundo e estava nesse lugar à geral a 36 segundos de Sordo.

Na terceira classificativa caiu foi apenas 18º, caiu para o 5º posto, para na classificativa seguinte (a 5ª prova especial de classificação, pois a 4º foi anulada) ser o 4º mais rápido. No sexto troço rubricou o terceiro tempo mais rápido, mantendo o 4º posto a 2m16,8s de Dani Sordo. 

Na segunda etapa, abriu as hostilidades com um 2º tempo na 7ª especial e subindo ao segundo lugar do Rali do Ártico de 2010, antes de ser forçado a abandonar na 8º classificativa devido a um problema com a pressão de óleo do motor do Focus WRC.

Um pequeno esquecimento do piloto que esteve em testes na Lapónia e fez o Rali Oteppa Winter Rally na Estónia, com condições muito semelhantes às que vão encontrar no Rali do Ártico.