Clássicos

Volvo 850 nasceu há 30 anos e foi considerado “o automóvel mais seguro do Mundo”

Será, a par do Amazon e do PV444, um dos modelos mais icónicos da Volvo, nasceu em 1991 no dia 11 de junho, na Estocolmo Globe Arena.

Desde logo, porque representou uma enorme mudança na gama da Volvo, sendo filho do Projeto Galaxy.

O Volvo 850 foi o primeiro modelo da casa sueca com tração dianteira e motor transversal, no caso um 5 cilindros. Foi, também, o primeiro carro da marca a oferecer tração integral.

Como referimos, o Volvo 850 GLT foi apresentado no dia 11 de junho de 1991 na “Stockholm Globe Arena” com o pesado fardo de ser filho do Projeto Galaxy e do maior investimento industrial sueco. Era um projeto totalmente diferente do que a Volvo tinha feito até àquele momento.

Era uma verdadeira revolução: tração à frente, motor transversal, bloco de 5 cilindros, conforto e amplo espaço interior. O lema do Volvo 850 era ousado: “Um automóvel dinâmico com 4 estreias mundiais”. Uma das estreias era o SIPS, um sistema integrado de proteção lateral de proteção lateral, com cintos dianteiros auto ajustáveis.

O estilo era totalmente novo, mas a Volvo não quis uma rotura total e o desenho bebeu inspiração na série 700. O trabalho começou em 1978 e foi sendo amadurecido e desenvolvido debaixo de um novo pensamento: “pensar de forma livre e apontar para as estrelas”. Foi por isso que a origem do 850 se chamava Projeto Galaxy.

Após ser instalado, o Projeto Galaxy resultou em duas divisões – a série sueca e a série holandesa que partilhavam a mesma tecnologia de base. 

A empresa holandesa Volvo Car B.V iniciou o desenvolvimento que depois daria origem à Série 400 enquanto a Volvo Cars, na Suécia, desenvolveria a Série 850.

O primeiro modelo a ser apresentado foi o 850 GLT, com um motor de 20 válvulas e 170 CV. Durante a fase de desenvolvimento, a Volvo trabalhou na produção de um modelo que oferecesse prazer de condução e que fosse, ao mesmo tempo, amigo do ambiente e muito seguro.

A chegada da mais importante versão do 850, a carrinha, aconteceu apenas em Fevereiro de 1993. E mostrava-se impossível de não ser reconhecida como uma Volvo: traseira com ângulo reto para maximizar a capacidade de carga e farolins traseiros verticais, com a diferença a residir no facto de taparem todo o pilar D.

Em 1994, foi apresentado no Salão de Genebra, o T-5R numa edição limitada a 2.500 unidades de cor amarela e com um motor turbo de 240 cv e 330 Nm. Esgotaram em poucas semanas, sendo posteriormente produzida uma nova série de carros de cor preta seguida de uma nova série T-5R verde escura também de 2.500 unidades.

O ano de 1994 viu a Volvo regressar às pistas com duas carrinhas 850 na grelha de partida do Circuito de Thruxton em Inglaterra. 

Competir com carrinhas no British Touring Car Championship (BTCC), foi uma jogada de marketing, mas não propositada como pode ler clicando aqui. Em 1995, com a atualização das regras, tornou-se incomportável competir com carrinhas e a Volvo viu-se obrigada a trocar de modelo. Nessa época, Rickard Rydell terminaria o BTCC na 3ª posição com um 850 R de quatro portas.

O Volvo 850, lançaria, em 1995, uma nova estreia mundial em matéria de segurança tendo sido o primeiro carro de produção a incluir airbags laterais.

O 850 AWD, o primeiro modelo Volvo com tração às 4 rodas, foi lançado em 1996 com o sistema eletrónico TRACS, que distribuira automaticamente a energia à roda que apresentasse a melhor aderência. Estava equipado com um motor turbo capaz de debitar 193 CV e foi o antepassado dos modelos XC da Volvo.

A vida do 850 terminou ao fim de seis anos em 1996, com uma produção total de 1.360.522. O sucessor bebeu muita inspiração no 850, mas passou a chamar-se S70 e V70, no caso da carrinha. 

Categories: Clássicos, Home, Notícias

Tagged as: , , , ,