Elétricos

Afinal o Mercedes Classe C terá uma versão 100% elétrica

Chegará em 2024 e será um modelo paralelo da marca EQ, segundo palavras de Markus Schafer, COO da Mercedes.

A gama EQ está a alargar-se e se a Mercedes deseja que se imponha, claro que os modelos das gamas “tradicionais” da cada alemã se limitam á hibridização.

A EQ já lançou o EQC e está prestes a colocar à venda o EQA e o EQB, sendo que o EQE e o EQS serão lançados em 2022.

Segundo Markus Schafer, o COO da Mercedes, se o Classe C e o Classe S partilham a plataforma MRA, o futuro Classe C elétrico não utilizará a plataforma elétrica MEA que estará na base do EQS, mas sim a nova MMA.

Ficará, assim, mais completa a gama de modelos elétricos da Mercedes e da EQ e estreando a plataforma totalmente elétrica, naquilo que é uma mudança de planos da Mercedes. 

Quando lançou o EQC, a ideia era partilhar custos com as versões com motor térmico, aproveitando a plataforma modificada. Agora, será usada uma base exclusivamente elétrica e modular o suficiente para albergar vários tipos de veículos. Uma ofensiva forte que surgirá dentro de pouco tempo.