Home

Lamborghini vai lançar dois modelos com motor V12 em 2021 após recorde de resultados em 2020

A casa de Sant’Agata Bolognese confirmou que vai revelar dois modelos com motor V12.

Se não lêssemos até final o comunicado de imprensa, passaria despercebido o facto da Lamborghini ter intenções de lançar dois carros com motor V12.

Diz o comunicado que “este ano, o Huracan STO terá a companhia de dois novos modelos, baseados no motor V12. E acabam aqui os detalhes sobre que modelos serão, deixando campo aberto para a especulação.

Ora, tendo o motor V12, terão como ponto de partida o Aventador, até porque o modelo não tem prevista, para já, renovação. E, depois, a Lamborghini diz que são dois novos modelos.

Portanto, acreditamos que será mais uma versão do Aventador. O segundo modelo é mais difícil de descodificar e a melhor opção é ser um “one off” como o SC20, encomendado por algum multimilionário.

Ou então, a Lamborghini poderá estar a preparar-se para celebrar o 50º aniversário do Countach e vá lançar um modelo com base no Aventador, mas com uma aparência a lembrar o mítico carro da casa italiana. Semdo que acreditamos que seja uma edição especial e reduzida a uma mão cheia de unidades.

Quanto aos resultados de 2020, a Lamborghini anunciou uma quebra nas vendas de 9%, atribuída a uma paragem de 70 dias da produção devido á pandemia. Porém, esta recuo nas vendas não se repercutiu nos resultados financeiros, pois o segundo semestre de 2020 foi de plena recuperação.

Contas feitas, a Lamborghini vendeu 7.430 unidades em 2020 (8.205 carros em 2019), sendo que o Urus foi o carro mais vendido com 4.391 unidades. Seguiu-se o Huracan (2.193 unidades) e o Aventador (846 carros). 

Quanto às finanças, a casa italiana teve um ano recorde em termos de margem de lucro operacional (que a Lamborghini não revelou), registando o segundo melhor ano em termos de volume de negócios e de lucro, com 1,61 mil milhões de euros, menos 11% que em 2019.

Perante resultados tão robustos (a Ferrari perdeu 13% nos lucros em 2020 face a 2019), a Lamborghini poderá estar a ser preparada para um “spin off” do grupo Vokswagen, seguindo a estratégia da Ferrari. 

A casa de Maranello continua a apostar nas versões únicas com preços astronómicos e fez o “spin off” da FCA, ganhando fôlego e musculo financeiro. Sobre este assunto, Stephan Winkelmann, o CEO da casa italiana, disse que “não estou a ver que isso suceda a breve trecho, até porque a Lamborghini está muito bem posicionada dentro do grupo VW.” Diz a Bloomberg que caso exista o “spin off” do grupo VW, a mais valia do grupo alenão seria superior a 10 mil milhões de euros!