Mazda evolui motor Skyactiv-X com hibridização

Mazda evolui motor Skyactiv-X com hibridização

03/05/2021 0 Por Autoblogue
0 0
Read Time:3 Minute, 4 Second

O motor Skyactiv-X é uma espécie de ovo de colombo: um motor a gasolina que se porta como um motor diesel. Potente, económico, vigoroso e, agora, ecológico e ainda mais económico.

O sistema chama-se SPCCOI (Spark Controlled Compression Ignition) e, no fundo, permite que o motor alterne entre a ignição pela faísca convencional e a ignição através da compressão. Ambos os processos usam uma faísca de vela – os diesel fazem a compressão do excesso de ar que o motor engole sem vela de ignição – mas depois funcionam de forma diferente. 

O primeiro de forma convencional aquando da abertura das válvulas é injetado na câmara de combustão uma mistura de ar e combustível muito pobre, seguindo-se a compressão, altura em que uma zona precisa em redor do topo da vela se vê de combustível atomizado. Essa pequena injeção de combustível atomizado, diretamente no topo da vela de ignição, dá origem a um núcleo mais rico. Quando se dá a faísca, este núcleo de combustível e ar inflama, aumentando a pressão na câmara de combustão a um ponto que permite que a tal mistura mais pobre entre rapidamente em combustão. Permitindo que o motor opere, durante um período significativo de tempo, num modo muito eficiente, o SPCCI funciona em quase todas as faixas de operação do motor, exceto no arranque a frio, nas fases iniciais de aquecimento e em cargas muito elevadas. Nestas circunstâncias, o motor alterna, sem que tal seja percetível, para um funcionamento normal, inflamando uma convencional mistura de ar e combustível estequiométrica com um rácio de 14.7:1.

As melhorias obtidas tanto em potência quanto em eficiência foram alcançadas através do ajuste da relação de compressão do bloco e-Skyactiv X de 16,3:1 para 15,0:1. As alterações incluem uma otimização do controle da combustão, pistões modificados e a atualização do software do sistema Mazda M Hybrid. Equipamento de série, o sistema Mazda M Hybrid do bloco e-Skyactiv X aumenta ainda mais a eficiência e o conforto de condução.

Tal resulta, não só, numa faixa operacional mais ampla de eficiência de combustão, mas também permite alcançar uma estabilidade de ignição ainda maior, minimizando ainda mais o já muito baixo risco de autoignição inesperada ou de pré-ignição, devido à variabilidade da qualidade do combustível em diferentes mercados. Por outro lado, com as melhorias registadas nas faixas mais baixas de carga do motor, permite-se melhorar os consumos de combustível e reduzir as emissões de CO2e de NOX, desafiando a crença comum de que um motor de elevada cilindrada representa piores consumos.  

A melhor performance do evoluído bloco e-Skyactiv X regista-se através de 6 CV adicionais de potência e 16 Nm adicionais de binário. O binário e potência vêem-se melhorados em todas as gamas de rotações, sendo o binário mais destacado em aceleração a baixas rotações. O Mazda3 e o Mazda CX-30 e-Skyactiv X debitam agora 186 CV (137 kW) às 6.000 rpm e um binário máximo de 240 Nm às 4,000 rpm.

Em complemento, as médias de consumos e de emissões de CO2 viram-se reduzidas em 0,5 l/100 km e 10 g/km, respetivamente. Sob a norma Euro 6d, o Mazda3 e-Skyactiv X regista agora uma média de consumo combinada (WLTP) de 6,5-5,0 l/100 km, com emissões de CO2 médias de 146-114 g/km. Quanto ao Mazda CX-30 e-Skyactiv X regista agora uma média de consumo combinada (WLTP) de 6,6-5,7 l/100 km, com emissões de CO2 médias de 149-128 g/km.


 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %