Home

Clube Escape Livre apresenta Rota Turística da Estrada Nacional 18

O Clube Escape Livre da Guarda, que lançou em 2021 o projeto Rotas de Portugal em parceria com a SEAT, apresentou, na Biblioteca Eduardo Lourenço, na Guarda, a Rota Turística da Estrada Nacional 18.

A EN18 é a primeira das 4 estradas nacionais com ligação à cidade da Guarda e Beira Interior que fazem parte do projeto Rotas de Portugal, em parceria com a SEAT e com o apoio das Aldeias Históricas de Portugal, dos vários Municípios e das diferentes Comissões Vitivinícolas.           

Da Serra à Planície

A EN18 liga a cidade da Guarda, capital da Beira Alta, a Ervidel, no Alentejo. É a segunda estrada nacional mais comprida de Portugal com um total de 388km. Pelo caminho cruza 14 municípios: Guarda, Belmonte, Covilhã, Fundão, Castelo Branco, Vila Velha de Rodão, Nisa, Portalegre, Estremoz, Évora, Portel, Vidigueira, Beja e Aljustrel. Cruza duas Aldeias Históricas de Portugal: Belmonte e Castelo Novo, e passa bem perto de outras 3 que valem bem a pena o desvio: Sortelha, Idanha-a-Velha e Monsanto.

Inauguração do marco do Km0

A apresentação do roteiro, que foi realizado a bordo dos novos SEAT Leon FR e SEAT Leon Sportstourer, continuou com a comitiva a deslocar-se até ao local do Km0 da EN18 onde foi inaugurado o novo marco que assinala o início desta estrada e um totem turístico com um QR Code onde cada um poderá ter acesso ao roteiro e ao mapa GPS via Google Maps que lhe permitirá percorrer toda a N18.

Seguiu-se depois um percurso pela EN18 da Guarda até Belmonte, Aldeia Histórica de Portugal, onde decorreu uma prova de vinhos, cortesia das Comissões Vitivinícolas da Beira Interior e do Alentejo.

Na apresentação estiveram presentes representantes de vários dos Municípios da EN18, incluindo os Presidentes das Câmaras Municipais da Guarda e de Beja, que aproveitaram para enaltecer a iniciativa:
“Temos aqui mais um motivo para poder olhar para o Interior com um fator de oferta diversificada ao nível do turismo. Os focos de interesse são imensos e, portanto, a EN18 pode ser também um ponto de ligação e, ao mesmo tempo de promoção e divulgação, daquilo que, da Guarda até Ervidel, ela tem para oferecer a quem a percorrer.” – afirmou Carlos Chaves Monteiro, Presidente da Câmara da Guarda.
Já Paulo Arsénio, Presidente da Câmara de Beja, comentou que: “São projetos como este, que contribuem muito para valorizar o Interior do país. As nossas potencialidades turísticas ficam claramente ampliadas através de produtos estruturados como este, que percorrem territórios que muitas vezes não tem holofotes turísticos, como, por exemplo, tem o Litoral. Portanto, isto é um produto muito interessante, que começa na serra da Estrela, acaba na planície alentejana e tem uma imensidão de concelhos e distritos para percorrer. Nós também temos uma oferta magnífica na nossa zona e na nossa região e, através deste projeto, queremos dar uma amplitude maior a tudo o que de bom temos para oferecer.”
Também Teresa Lameiras, Diretora de Marketing e Comunicação da SEAT Portugal aproveitou para salientar que: “Este projeto, que parte aqui da Guarda e ao qual nós temos muito gosto em associar-nos como SEAT Portugal, é sem dúvida uma comunicação muito interessante para todos aqueles que gostam de conduzir e andar na estrada. Nós temos realmente automóveis que são ideais para este tipo de percursos, porque são extraordinariamente seguros e tecnológicos, e acreditamos que quem quiser fazer esta estrada estará muito bem ao volante de um SEAT.”

Por seu lado, Arménio Coelho, das Aldeias Históricas de Portugal destaca que: “Este projeto, à imagem daquilo que tem sido o trabalho extremamente importante do Escape Livre, é uma via de comunicação estruturante e é fantástico termos agora estes roteiros, e as pessoas olharem, não só para a Nacional 18, mas também para as outras estradas que fazem parte deste projeto, como um caminho para chegar às Aldeias Históricas de Portugal.”

Luís Coelho, do Clube Escape Livre e responsável do projeto, aproveitou o momento para lançar o desafio a todos os municípios e entidades da EN18: “As Rotas de Portugal, que irão percorrer não só a EN18, mas também a EN221, a EN16 e a EN17, têm um enorme potencial de atração turística. Mas para isso é preciso que todos os municípios e agentes de promoção do território se juntem à iniciativa e trabalhem, em conjunto e individualmente, em novas formas de as promover e divulgar. Da parte do Escape Livre, cá estaremos para o continuar a fazer através das nossas atividades.”

A Rota Turística da EN18 pode ser vista no site do Clube Escape Livre clicando aqui.