Home

McLaren revela 765LT Spider, modelo de topo da gama Super Series

Um descapotável com 765 CV não é negligenciável e quando descreve o descapotável mais potente e mais aerodinâmico, recebe toda a nossa atenção.

O modelo tem cauda longa (“long tail”) vai ser produzido numa série muito limitada e a McLaren reclama que o carro terá um comportamento espetacular.

O motor é o V8 de 4.0 litros com duplo turbo que debita 765 CV e 800 Nm de binário, suficiente para chegar dos 0-100 km/h em 2,8 segundos.

O 765LT Spider tem 15% mais de aceleração que o 720S Spider, sendo capaz de chegar aos 200 km/h em 7,2 segundos.

O carro tem 1338 kgs e graças à utilização de muita fibra de carbono e metais leves, o carro tem uma relação peso-potência de 598 CV/tonelada.

São apenas mais 49 kgs que o coupé, exibindo um tejadilho em carbono retrátil que recolhe em apenas 11 segundos. Como tem o mesmo pacote aerodinâmico do coupé, o 765LT Spider tem mais 25% de força descendente que o 720S Spider.

O carro usa jantes forjadas com pneus Pirelli (PZero Trofeo R) e as mesmas suspensões do 720LT e o controlo de altura ao solo do 720S, além do sofisticado software do sistema Proactive Chassis Control II.

O interior está inspirado na competição com bancos em carbono, forrados em alcantara. O carro não tem ar condicionado, ou sistema áudio. Se quiser a McLaren instala-os de forma gratuita, mas as performances vão-se ressentir. 

A McLaren vai produzir, apenas, 765 unidades com um preço que rondará os 400 mil euros.