Home

Mercado europeu em recuperação com junho a marcar um avanço de 13%

Vencedores de junho são Hyundai e Jaguar, enquanto Renault e Ford estão entre os maiores perdedores.

O mercado automóvel do Velho Continente cresceu pelo quarto mês consecutivo face a um ano de 2020 duramente afetado pela pandemia de Covid-19.

Contas feitas, as vendas subiram 13% para 1,28 milhões de unidades na União Europeia, Grã-Bretanha e EFTA (países do acordo de comércio livre europeu).

Olhando para os números, os maiores vencedores incluem a Hyundai (crescimento de 75%) e a Jaguar (mais 55%), com a Kia e a Mazda a crescerem ambas 47%.

Do lado dos que mais perderam, estão a Renault que recuou 24% e a Ford que perdeu 20% de vendas.

No mês de junho, apesar do recuo da Porsche (-13,5%), o Grupo VW ganhou 26,1% (melhor que o mercado) vendendo 345.633 unidades, enquanto a Stellantis avançou 11,65% para 258.657 unidades.

Como referimos, a Renault recuou 18,7% (recuo da Dacia, L ada e Renault) para 127.250 unidades), o grupo Hyundai subiu 51,7% (Kia cresceu 46,5% e a Hyundai 56,8%) o que significou 105.656 veículos, o mesmo se passando com o grupo BMW (mais 18.6% para 87.954 carros) e com o grupo Toyota que avançou 30,5% para 83.103 veículos. A Daimler recuou 10,1% muito por culpa da Mercedes (menos 12,8%) para 59.464 veículos.

Ford perdeu 19,8% (50.671), a Volvo recuou 6,8% (28.982), a Jaguar Land Rover avançou 19.8% (13,622), a Mazda ganhou 46,7% (17.561), a Mitsubishi perdeu 26,2% (7.853) e a Honda ganhou 15,8& (7.379 unidades). 

Olhando às vendas do semestre, as vendas subiram 27% para 6,49 milhões de unidades. Ainda assim, continua abaixo dos níveis antes da pandemia.

Apesar do lento recuperar do Velho Continente, muito por culpa da lentidão da vacinação e da necessidade de manter algumas regras mais apertadas devido a nova vaga de infeções de Covid-19, há grupos que não sentem esta dificuldade.

O Grupo Volkswagen registou um aumento dos ganhos para 11 mil milhões de euros no primeiro semestre, enquanto a Stellantis anunciou que a margem de lucro operacional subiu para 7,5%.

No caso dos alemães crescimento na China, para os italo franceses é a transferência de clientes para as lucrativas Jeep e RAM.

Categories: Home, Notícias

Tagged as: ,