Home

Johan van Zyl, antigo CEO da Toyota Europa, faleceu aos 63 anos

Nasceu na África do Sul e esteve aos comandos da Toyota Europe desde 2015 até abril deste ano. Faleceu a semana passada com 63 anos devido a complicações relacionadas com o Covid-19.

Johan van Zyl liderou as operações da Toyota no Velho Continente (que inclui além da Europa, a Rússia, Turquia, Israel e os países da Ásia Central) desde 2015 até abril deste ano, quando deu o seu lugar ao antigo responsável de vendas e marketing, Matthew Harrison.

Durante o seu reinado, a Toyota registou saudáveis resultados, com as vendas a ultrapassarem o milhão de unidades em 2019 pela primeira vez em 10 anos e com uma quota de mercado de 6% em 2020.

Recordado por todos pelo seu humor, calma e empatia pessoal, Johan van Zylan anunciou em 2018 que a Toyota iria abandonar os motores a gasóleo em todos os modelos exceto na Hilux e no Land Cruiser.

Foi Johan van Zyl quem deu o impulso decisivo para a utilização dos modelos híbridos no Velho Continente.

Nascido no dai 8 de junho de 1958, Johan van Zyln tinha um doutoramento em economia em 1986, começando aí a sua carreira como professor. Mas em julho de 1993, foi para a Toyota South Africa como diretor de vendas. Foi nomeado CEO e presidente em 2003. Em 2009, passou a gerir, também, a Toyota Motor Corp., e em 2013 ficou como CEO da região africana. Em 2015, mudou-se para Bruxelas para se tornar presidente e CEO da Toyota Motor Europe.

Johan van Zyll iria regressar à África do Sul e manter-se-ia como presidente da Toyota South Africa. Um lugar que sempre foi seu mesmo estando em Bruxelas. 

O sul africano adorava o automóvel e tinha uma coleção de 20 carros, onde se encontram um Austin Healey, um Jaguar E, MG-A, MG-B, vários Land Cruiser, um raro Toyota 200 GT e um ainda mais raro Lexus LF-A.

Categories: Home, Notícias

Tagged as: , ,