Elétricos

Tesla Model 3 domina mercado dos modelos 100% elétricos na Europa

Mais de 65 mil unidades vendidas foram o suficiente para o Tesla Model 3 liderar o mercado europeu.

Acreditando que a Volkswagen quer suplantar a Tesla como o maior construtor mundial de veículos 100% elétricos, as coisas não estão a correr bem. A marca americana bateu os alemães no mercado europeu.

O ID.3, colocado à venda em setembro de 2020, acabou o primeiro semestre com 30.292 unidades vendidas, menos de metade do Tesla Model 3 que vendeu 65.976 unidades! E bateu por pouco o Renault Zoe que vendeu em seis meses 30.126 veículos.

Lançado mais recentemente, o ID.4 foi o quarto mais vendido com 24.204 unidades.

O Top 5 é completado pelo Hyundai Kauai com 22.234 unidades.

Já o Top 10 dos modelos elétricos mais vendidos na Europa é completado pelo Kia eNiro (20.941), Peugeot 208 (20.194), Fiat 500e (18.828), VW e-Up (17.838) e o Nissan Leaf (15.640).

O mercado europeu vendeu nos primeiros seis meses de 2021 483.304 unidades, um aumento de 124% face a igual período de 2020. Quanto aos híbridos Plug In foram vendidos 527.742 veículos, 201% de aumento face a 2020.

Fora do Top 10, há que referenciar o MG ZS chinês, 19º modelo mais vendido com 8.522 unidades. Curiosamente, o carro ficou no Top 10 em junho com 3.400 carros.

Contas feitas, juntar o ID.3 e o ID.4 não chega à Volkswagen para ultrapassar a Tesla.

A Ford lidera o mercado dos híbridos Plug In com o Kuga. O modelo da casa da oval azul vendeu 26.259 unidades, na frente do Volvo XC40 (23.791), Peugeot 3008 (20.751), BMW Série 3 (19.328) e Renault Captur (16.477).

Olhando para a evolução do mercado de veículos eletrificados, acredita-se que em 2022 o crescimento será de 10% e 13% até 2024. E este progresso será sempre “empatado” até que em 2025 entre em vigor a regra dos 15% de CO2 na gama. Isto porque os construtores têm de fazer dinheiro e vão apostar tudo na venda dos modelos com motor de combustão interna, muito mais baratos e lucrativos que os eletrificados.