Desporto

McLaren compra maioria do capital da Arrow McLaren SP, equipa da IndyCar

A formação liderada por Zak Brown parece regressar aos bons velhos tempos e cumpre regresso definitivo à Indycar ao comprar a maioria do capital da Arrow McLaren SP.

Não se sabe bem a dimensão do negócio, mas acredita-se que a McLaren terá ficado com 75% do capital da equipa da IndyCar.

Recordamos que o nome da McLaren regressou à Indycar em 2017 para disputar as 500 Milhas de Indianápolis desse ano com Fernando Alonso. Usaram a equipa Andretti Autosport como suporte, regressando em 2019 para em 2020, com o auxílio da Arrow Schmidt Peterson Motorsports, passarem a alinhar a tempo inteiro.

Sam Schmidt fundou a equipa em 2001, depois de um acidente horrível o ter deixado tetraplégico. Chamou-se Sam Schmidt Motorsport, em 2011 passou a ser Schmidt Hamilton Motorsport e em 2013 ficou como Schmidt Peterson Motorsport.

Com esta entrada no capital da equipa Arrow McLaren Schmidt Peterson Motorsport, a McLaren passa a ter uma quarta divisão: Fórmula 1, Extreme E (será a partir de 2022), McLaren Shadow E Sports e IndyCar. Há, ainda, a possibilidade de entrarem na Fórmula E.

Sam Schmidt, sobre esta operação, referiu que “conhecemos o Zak Brown há 25 anos. É um competidor e este é um grupo de competidores. Iniciamos estas parceria há dois anos e tem corrido muito bem, tanto tecnicamente como comercialmente. Em 2013 houve um aumento de qualidade e com a chegada da Arrow voltamos a subir patamares de qualidade. A McLaren é uma equipa icónica e estamos orgulhosos desta parceria. Aceitamos o negócio para melhorar a equipa e assegurar o sucesso a longo prazo.”

Já Zak Brown sustentou que “a McLaren Racing acredita que a IndyCar irá ajudar a construir a nossa marca nos Estados Unidos e servirá para expandir a nossa base de adeptos, oferecendo uma base para a criação de uma plataforma de mais valias a longo prazo. Temos pilotos de excelência nas duas plataformas e ambas as equipas são apaixonadas pela competição.”