Desporto

Toyota reclama “pole position” para a edição 2021 das 24 Horas de Le Mans

Ao volante do GR010 Hybrid com o número 7, Kamui Kobayashi rubricou a “pole position” para a edição 2021 das 24 Horas de Le Mans.

A grande clássica francesa voltou a ser adiada e disputar-se-á este fim de semana, com a Toyota a levar o seu Hypercar até à “pole position” com Kamui Kobayashi. Foi a quarta vez em cinco anos que o japonês faz a “pole position” que sendo o detentor do recorde da “pole” fez um tempo de 3m23,900s.

O japonês foi 0,295s mais veloz que o outro GR010 pilotado por Brendon Hartley. O Alpine Matmut com Nicolas Lapierre ficou no terceiro lugae a quase dois segundos da “pole position”. O melhor carro da Glickenhaus, pilotado por Oliver Pla, ficou no quarto lugar a 0,065s do Alpine de Lapierre.

Nos LMP2, a equipa Jota não deu chances e António Félix da Costa respondeu da melhor maneira à perda do cetro da Fórmula E com uma brilhante “pole position”, com Filipe Albuquerque no 12º lugar dos LMP2 com o Oreca da United Autosport.

Félix da Costa foi 0,5 segundos mais rápido que Lpuis Deletraz no Oreca da WRT.

O campeão do Mundo de Fórmula E, Nick de Vryes, ao volante do Aurus da G-Drive ficou no 4º lugar atrás do Oreca da Panis Racing, pilotado por Will Stevens.

Surpreendente a “pole position” na LMGTE Pro do Porsche 911 da Hub Auto Porsche pilotado por Dries Vanthoor (com a companhia de Álvaro Parente) com uma volta sensacional em 3m46,882s, com o jovem belga a bater Daniel Serra ao volante do Ferrari 488 GTE da AF Corse por 0,117s.

O Corvette de Nick Tandyu coloriu o pódio com a terceira posição na categoria. Destaque para o despiste de Kevin Estre, líder do campeonato, na zona de Indianápolis.

Finalmente, na categoria LMGTE Am, o Porsche da Dempsey Proton Racing pilotado por Julien Andlauer fez o melhor tempo na qualificação.

Estarão à partida 62 carros