Antevisão

Opel acaba de apresentar o novo Astra com uma novidade: haverá um Astra 100% elétrico

Foi em Russellsheim, a mítica sede da marca alemã, que a Opel revelou a um grupo restrito de jornalistas presentes o novo modelo que vem indicar o novo caminho da marca alemã. Chega a portugal em janeiro.

A Opel aproveitou, também, para apresentar o novo CEO, Uwe Hochgeschurtz que conduziu a apresentação. Presentes, igualmente, Mark Adams, o responsável pelo estilo da Opel e o embaixador da marca, Jurgen Klopp.

Uwe Hochgeschurtz, o novo CEO da Opel Automobile

Novidades? O AUTOBLOGUE já tinha revelado o novo Astra, mas ficamos a saber que a Opel assenta em três pilares: é uma marca alemã, uma marca acessível e uma marca excitante. Para lá disso, terá toda a sua gama eletrificada até 2024 e em 2028 passará a vender, no Velho Continente, apenas carros 100% elétricos. 

É uma abordagem “360 graus Greenovation”.

O novo Astra terá uma gama completa de motorizações dos 110 aos 225 CV que passa por motores a gasolina e gasóleo, híbridos e híbridos Plug In. Tal como sucede com o novo 308 do qual o Astra herda muita coisa desde a plataforma aos motores passando por outras áreas.

A grande novidade é que o Astra será, mesmo, uma proposta para todas as necessidades, ao oferecer uma motorização 100% elétrica em 2023, o Astra-e. 

Assim, o cliente pode escolher o que mais lhe aprouver dentro da mesma gama, dentro do mesmo modelo.

Uma estratégia seguida há algum tempo na PSA e, agora, dentro da Stellantis e que tem o dedo de Carlos Tavares. E, claro!, tem sido bem sucedida.

Na Alemanha os preços do Astra arrancam nos 22.465 euros – em Portugal estarão mais perto dos 25 mil euros – as encomendas abrem em outubro, a produção até final do ano, primeiras entregas ainda em 2021, mas o grosso em 2022.

A Opel aproveitou para mostrar o renovado Grandland X e insistir no Manta GSe, um restomod que trouxe o Opel Manta A dos anos 70 para o futuro com uma mecânica 100% elétrica e muitos detalhes modernos.