Antevisão

Aqui está o novo Renault Megane E-Tech Electric com 470 km de autonomia

Estas são as fotos oficiais do novo Renault Megane que, amanhã, no Salão de Munique vai ser revelado ao mundo.

O carro, um crossover, terá o nome Megane E-Tech Electric e deriva do protótipo Megane eVision. É uma versão bem menos exuberante e, olhando para as fotos, percebe-se que a volumetria é semelhante à do Nissan Ariya. Não é surpresa, pois a plataforma CMF-EV é a mesma tal como a unidade motriz.

As imagens surgiram no sítio de internet espanhola “forococheselectricos.com” com alguns pormenores do novo modelo.

A Renault vai oferecer o Megane E-Tech Electric com baterias de 40 e 60 kWh, com esta última a permitir uma autonomia de 470 km segundo o protocolo WLTP. São mais 20 km que o anunciado pela Renault. 

Já a confirmação da potência dos motores elétricos será feita, apenas, amanhã. O motor da versão de acesso deverá ter uma potência de 215 CV.

Desconhece-se, ainda, se a Renault vai usar a unidade de potência do Ariya e-4Force, cadeia cinemática que debita 390 CV e 600 Nm de binário, estando equipado com uma bateria de 90 kWh para oferecer até 580 km de autonomia e 5,1 segundos dos 0-100 km/h.

O interior é muito diferente do habitual na Renault, destacando-se o novo logótipo e os ecrãs que funcionam como painel de instrumentos e controlo do sistema de info entretenimento. Os botões físicos ainda resistem e o segundo ecrã segue a moda atual dos modelos elétricos. Enorme e colocado como se fosse um tablet. O volante também está estilizado sendo quadrado e não redondo.

O novo Renault Megane E-Tech Electric é instrumental para o futuro da Renault, será produzido em França e será vendido lado a lado com o atual Megane com motores de combustão interna. As vendas começam no primeiro semestre de 2022. Amanhã teremos mais detalhes do carro que desperta grande curiosidade e vai ser a prova definitiva para Luca de Meo, ainda não totalmente aceite pelas hostes francesas que se apressaram a criticar o plano Renaulution.