Home

Ford Tourneo Connect é o primeiro modelo da parceria com a Volkswagen

Aqui está o primeiro produto da parceria entre a Ford e o grupo Volkswagen, chama-se Tourneo Connect e não esconde as semelhanças com o VW Caddy.

O modelo tem como ponto de partida o Caddy e será construído pela VW lado a lado com a Caddy na fábrica polaca de Poznan.

Terá dois comprimentos entre eixos e a versão de passageiros pode transportar até sete pessoas. O carro chegará ao mercado na Primavera de 2022.

Para além da versão de passageiros, a Ford lançará a variante comercial denominada Transit Connect. Igualmente baseada na VW Caddy, mas que surgirá mais tarde porque a atual versão Ford continua a vender bem e mantém a fábrica de Valência ocupada, o que é importante para a Ford.

O Tourneo Connect está equipado com motores VW, o 1.5 litros a gasolina e o 2.0 turbodiesel. Uma variante híbrida está a caminho, pois não se espera que haja um Tourneo Connect 100% elétrico. Simplesmente porque a VW não tem essa variante prevista para a Caddy.

Rivais do Ford Tourneo Connect são, para lá da Caddy, os Citroen Berlingo e Peugeot Rifter, Opel Combo e Renault Kangoo, Fiat Dobló Combi. Lembrar que os carros da Stellantis têm variantes elétricas, exceto o Fiat. 

O Ford será vendido em quatro versões (inclui o Active assemelhado a SUV com proteções e outras pequenas diferenças), terá possibilidade de ter tração integral, uma estreia no Tourneo Connect. Mas só estará disponível nas versões mais potentes.

Oferecerá uma série de ajudas á condução e de segurança, destacando a travagem autónoma de emergência, alerta do condutor, cruise control adaptativo e manutenção na faixa de rodagem.

Quando ao sistema de info entretenimento, estão disponíveis dois ecrãs de 8,25 e 10 polegadas, sendo que o maior está equipado com o FordPass, um modem que fica ligado a um sistema de navegação que é atualizado via internet.

Convirá lembrar que o Ford Tourneo Connect utilizará todos os sistemas do VW Caddy, exceto o FordPass.

Como dissemos, o Ford Tourneo Connect tem dois tamanhos (L1 e L2), opção de sete lugares, com as filas do meio e traseira a poderem ser rebatidas, dobradas ou retiradas para aumentar espaço. O banco dianteiro do passageiro da frente também pode ser rebatido.

A versão Sport terá equipamento de topo como faróis LED, para brisas aquecido, tejadilho panorâmico e espelhos exteriores aquecidos.

O motor 1.5 litros a gasolina debita 112 CV e tem caixa automática de dupla embraiagem de sete velocidades. O bloco turbodiesel com 2.0 litros tem 120 CV e caixa dupla embraiagem, havendo uma variante de 101 CV com 126 gr/km de CO2.

Recordamos que esta parceria industrial entre a Ford e a VW em 2019. O objetivo é uma ligação de engenharia e produção de veículos comerciais, bem como outros projetos tal como a condução autónoma e veículos elétricos com a Ford a usar a plataforma MEB da VW.

O primeiro veículo desenvolvido em conjunto será a próxima geração do Ford Ranger que será, também, a nova geração do VW Amarok. Ambas serão produzidas pela Ford.